segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Sisifo
Na manhã seguinte em seu bolso, o cartão de ponto.

Libertas Quae Sera Tamen

Quando o padre citou Lázaro, ele desfilou.

O dedo duro
Na janela do motel, ela matou o bem-te-vi.

Puteiro
Com whisky barato ele comia o pão que a sociedade amassou.

Um comentário:

wilson gorj disse...

Cláudio,

Seus micros são ótimos. Eu também já publiquei nO Lince micronarrativas de uma só linha. Tenho outras tantas à espera de nova publicação. Bom saber que aqui perto de Aparecida há outro microcontista apaixonado pelos trocadilhos e pelas brincadeiras que a nossa Língua proporciona. Alías, para brincar com a Palavra, necessita-se afinidade, intimidade com ela. A pá lavra a terra. A palavra aterra. A nós, não.



Grande abraço.